Língua e Literatura

Temas que já foram cobrados nas redações do Enem

Temas que já foram cobrados nas redações do Enem

1998 – Na primeira edição do Enem, em 1998, o candidato deveria escrever sobre o tema “Viver e Aprender”, com base na letra da música “O que É, o que É”, de Gonzaguinha. A letra diz: “Viver e não ter a vergonha de ser feliz. Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz”. Foi recomendado que o candidato evitasse citar versos da canção.

1999 – Em 1999, o candidato que fez o Enem deveria escrever uma dissertação sobre “Cidadania e participação social”. Depois de selecionar os argumentos, foi necessário escrever uma proposta de ação social.

2000 – “Os direitos da criança e do adolescente”. Esse foi o tema da redação do Enem no ano 2000. A proposta cobrou que o candidato se expressasse sobre “como enfrentar as situações em que a infância é desrespeitada”.

2001 – Em 2001, o candidato que fez o Enem foi convidado a refletir sobre “desenvolvimento e preservação ambiental”. A pergunta que deveria ser respondida foi: “Como conciliar os interesses em conflito?”. No desenvolvimento do texto, a banca exigiu que o estudante mostrasse respeito aos direitos humanos.

2002 – A política foi assunto da redação de 2002 do Enem. O candidato deveria escrever sobre o seguinte tema: “O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais de que o Brasil necessita?”.

2003 – “A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo?” Esse foi o tema da dissertação do Enem 2003. O estudante recebeu textos analíticos sobre a violência, além de números sobre os investimentos do Brasil em segurança pública.

2004 – Com trecho da Constituição Federal, análise de especialistas e de entidades da sociedade civil, o candidato do Enem 2004 deveria fazer uma dissertação discutindo “como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação”.

2005 – “O trabalho infantil” foi o tema proposto para a redação do Enem 2005. Na época, o enunciado mostrou, por meio de um gráfico, o número de crianças e jovens de 5 a 17 anos que trabalhavam no país: 5,4 milhões.

2006 – “O poder de transformação da leitura” foi o tema da dissertação do Enem 2006. O candidato recebeu uma coletânea de textos falando sobre a importância da leitura. A única restrição foi desenvolver uma redação que respeitasse os direitos humanos.

2007 – “O respeito à diversidade cultural” foi abordado na proposta de redação do Enem 2007. O candidato foi convidado a refletir sobre “o desafio de se conviver com as diferenças”.

2008 – Em 2008, a banca elaboradora do Enem deu três possibilidades de ações para a preservação da floresta Amazônica. O candidato deveria escolher uma delas e mostrar os seus pontos positivos e negativos. As três possibilidades foram: 1-suspender imediatamente o desmatamento; 2-dar incentivos financeiros a proprietários que deixassem de desmatar; 3-aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatasse.

2009 – “A valorização do idoso” seria o tema da prova de redação do Enem 2009 que vazou. Foram citados os artigos 3º e 4º do Estatuto do Idoso e o aluno deveria elaborar um texto dissertativo-argumentativo, apresentando experiência ou proposta de ação social para a valorização do idoso no Brasil.

2009 – “O indivíduo frente à ética nacional” foi o tema da segunda prova.

2010 – Com base na leitura de textos motivadores e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, o estudante deveria redigir um texto dissertativo-argumentativo em norma culta escrita da língua portuguesa sobre o tema “O trabalho na construção da dignidade humana”, apresentando experiência ou proposta de ação social, que respeitasse os direitos humanos. O estudante deveria também selecionar, organizar e relacionar, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

2011 – O tema da redação do Enem 2011 foi “Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado”. Os textos de referência foram os artigos “Liberdade sem fio”, da revista Galileu e “A internet tem ouvidos e memória”, do portal Terra. Houve ainda uma tirinha do cartunista André Dahmer, da série “Quadrinhos dos anos 10″.

2012 – Em 2012, o tema da redação do Enem foi “Movimento imigratório para o Brasil no século XXI”. Havia três textos de referência, além de uma imagem retratando a rota de imigração dos haitianos para o Brasil.

2013 – Em 2013, o tema da redação do Enem foi “Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil”. A prova trouxe quatro informações para servir como base para a redação, duas imagens e dois textos.

2014 – Em 2014, o tema da redação do Enem foi “Publicidade infantil em questão no Brasil”. Para ajudar os candidatos, a proposta de redação veio acompanhada de dois textos e de um infográfico sobre o assunto.

2015 – “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira” foi o tema da redação do Enem 2015. Os candidatos deveriam defender uma tese a respeito do tema proposto, apoiada em argumentos consistentes, estruturados de forma coerente e coesa, de modo a formar uma unidade textual.

2016 – Em 2016, o tema da redação do Enem foi “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. (Prova realizada em 06/11/2016.)

2016 – O tema da segunda prova foi “Caminhos para combater o racismo no Brasil”. (Prova realizada em 04/12/2016.)

Os comentários estão desativados.