Língua e Literatura

O tempo do amor é irrecuperável (Vinícius de Moraes)

No final da década de 1950, Vinícius de Moraes era funcionário da embaixada brasileira em Mondevidéu e estava novamente apaixonado, dessa vez por Lucinha Proença, provavelmente o grande amor de sua vida. Vinícius, com um ofício, pede transferência para o Rio de Janeiro, onde Lucinha vivia, fazendo uso destes argumentos: “Preciso de fato voltar ao Rio. Não é um problema material, de dinheiro, ou de status profissional. Tudo isso é recuperável. É um problema de amor, pois o tempo do amor é que é irrecuperável.”

CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar. Português: Linguagens. 3. ed. São Paulo: Atual, 1999. P. 294.

Veja no blog:

Teu nome – Vinícius de Moraes  –  (Poema de Vinícius para Lucinha)

Os comentários estão desativados.