Língua e Literatura

Bastante ou bastantes?

Bastante parece invariável, mas há usos em que a flexão plural será obrigatória. Bastante vem do verbo bastar, por isso, o sentido original nos remete a algo como suficiente. Outro uso é como sinônimo de muito. Com isso, estabelecemos as trocas: bastante = suficiente ou bastante = muito.

A lição prática é: quando as trocas variam, bastante também varia.

Eles já obtiveram lições bastantes (suficientes).
Eles viram o filme bastantes (muitas) vezes.
Eles estavam bastante (muito) alegres.

Essa riqueza de possibilidades reflete sua extensa classificação:

– adjetivo: Já há provas bastantes para incriminá-lo (provas suficientes).
– advérbio: Compraram coisas bastante bonitas (muito bonitas).
– pronome indefinido: Vimos bastantes coisas (muitas coisas).
– substantivo: Os animais já comeram o bastante (o suficiente).

(Fonte: Revista Exame)

Os comentários estão desativados.