Possíveis temas de redação para o Enem 2015

Veja, no blog do professor André Gazola, uma lista com 22 possíveis temas de redação para o Enem 2015.

22 possíveis temas de Redação para o ENEM 2015

André Augusto Gazola é formado em Letras, professor de Literatura e História da Arte, pós-graduando em Metodologia de Ensino de Língua Portuguesa e Literatura e fundador do blog Lendo.org.

Lendo.org – Página no Facebook

O que dá nota zero na redação do Enem

1) Não atender a proposta solicitada ou desenvolver outra estrutura textual que não seja a do tipo dissertativo-argumentativo;

2) Entregar a folha de redação sem texto escrito;

3) Escrever até 7 (sete) linhas, qualquer que seja o conteúdo;

4) Impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação;

5) Desrespeito aos direitos humanos;

6) Parte do texto deliberadamente desconectada com o tema proposto.

As linhas com cópia dos textos motivadores apresentados no caderno de questões serão desconsideradas para efeito de correção e de contagem do mínimo de linhas.

Fonte: Inep

A língua portuguesa no Enem

Indico a leitura do texto: Língua Portuguesa: o que cai no ENEM?

Leia o texto no blog Conversa de Português, da professora Andréa Motta.

Andréa Motta é professora de Língua Portuguesa e Literatura. Especialista em Teoria Literária pela UERJ. Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro.

Enem – Áreas de Conhecimento

Ciências humanas e suas tecnologias: história, geografia, filosofia e sociologia
Ciências da natureza e suas tecnologias: química, física e biologia
Linguagens, códigos e suas tecnologias e redação: língua portuguesa, literatura, língua estrangeira (inglês ou espanhol), artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação
Matemática e suas tecnologias: matemática

Fonte: Inep

Competências exigidas para a redação do Enem

VEJA AS COMPETÊNCIAS EXIGIDAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM
Competência I: Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita.
Competência II: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Competência III: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Competência IV: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Competência V: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Fonte: Inep