Regência do verbo RESPONDER

Regência do verbo RESPONDER

“Responder” é transitivo indireto

(Por Thaís Nicoleti)

“…responder dúvidas sobre o Imposto de Renda”

Seguir a regência verbal orientada pela norma culta, às vezes, significa fazer escolhas diferentes daquelas que ouvimos na maior parte das vezes.

São vários os exemplos disso. O verbo “assistir” é, muitas vezes, empregado como se fosse transitivo direto, em construções como “assistiu o jogo”, em lugar de “assistiu ao jogo”, construção preconizada pela norma culta. O verbo “obedecer” segue a mesma linha: muitas vezes tratado como transitivo direto (“obedeceu o regulamento”), quando, segundo a norma culta, requer a preposição “a” (“obedeceu ao regulamento”).

Continue lendo AQUI.

Regência do verbo NAMORAR

Namorar é um verbo transitivo direto, portanto seu complemento é um objeto direto. Esse tipo de complemento não é regido por preposição. Isso quer dizer que não é adequado o uso da preposição COM.

O que é adequado:
Quem Paulo namora? Paulo namora Ana.

O que NÃO é adequado:
Com quem Paulo namora? Paulo namora com Ana.

Regência do verbo COMPARTILHAR

1- Compartilhar é transitivo direto: no sentido de dividir.

Ex.: Eu sempre compartilho / os meus problemas. (objeto direto)

2- Compartilhar é transitivo indireto: no sentido de possuir as mesmas opiniões.

Ex.: Eles compartilham / dos mesmos ideais. (objeto indireto)

O objeto indireto é regido por preposição.
dos = de + os
de = preposição

Assistiu o programa ou Assistiu ao programa?

Assistir, no sentido de presenciar, exige a preposição “a”:
Assistiu ao programa.
Assistiu ao jogo.
Assistiu ao show.
Assistiu à TV.
Assistiu à missa.
Assistiu à sessão.

Quando significar socorrer, dar assistência, o verbo assistir não pede preposição:
O médico assistiu o doente.
O governo assistiu os flagelados.
O médico assistiu a criança.